BTT ROCKRIDER XC 120

Ref: 8616936

BTT ROCKRIDER XC 120

2021

Esta BTT foi concebida para se lançar na prática de BTT Cross Country (XC).

Uma BTT XC rápida para progredir nos seus percursos XC preferidos.
Aproveite as muitas vantagens (NX Eagle, tubeless, suspensão RockShox…) para pôr os cronómetros a trabalhar.

Apresentação da btt rockrider xc 120

Primeira utilização

Fazer a rodagem aos travões

Quando a sua bicicleta sai da loja, as pastilhas e os discos estão novos e por estrear, oferecendo ainda uma travagem reduzida nesta fase. Uma intensa e contínua travagem a frio (por exemplo, numa descida) pode levar ao sobreaquecimento e ""vidragem"" das pastilhas.

Para evitar esse fenómeno (que inutiliza os travões), recomendamos que faça a rodagem aos seus travões. A rodagem será alcançada depois de umas dez travagens por cada travão. Em cada uma dessas travagens, deverá passar de 25 para 5 km/h, mas sem bloquear a roda e utilizando um travão de cada vez.

Se uma camada fina com aspeto liso e brilhante for visível nas suas pastilhas, significa que estão provavelmente vidradas. Para solucionar isto e evitar deitá-las fora, pode raspá-las ligeiramente com um papel de vidro relativamente fino (pág. 120). Lembre-se de usar luvas e uma máscara durante a raspagem das suas pastilhas. Depois, volte a montar as suas pastilhas e sujeite-as a uma nova rodagem.

FAZER A RODAGEM AOS TRAVÕES
Determinar a pressão dos meus pneus na montagem tubetype

As pressões mínimas e máximas do pneu na sua montagem de origem em câmara de ar (Tubetype) estão indicadas no flanco do pneu.

No entanto, lembre-se que o enchimento dos pneus é personalizável e a pressão depende do seu peso, do terreno em que anda e da sua sensação.
Tem então de encontrar o compromisso certo entre rendimento de pedalada (pressão alta) e conforto/aderência (pressão baixa).

Para isso, pode fazer o seguinte:
Dê uma volta breve (5-10 minutos) que passe pelo máximo de terrenos possível (lama, terrenos acidentados, raízes, paralelos…). Encha os pneus com a pressão recomendada máxima, e dê uma volta. Se o pneu estiver demasiado rígido e não tiver conforto ou aderência suficiente nas curvas, baixe a pressão. Repita até encontrar a pressão ideal dos seus pneus.

Assegure-se de que não desce abaixo da pressão mínima recomendada ou terá mais trilhamentos e furos.
Um pneu bem cheio é um elemento crucial para a prática do seu desporto. Lembre-se então de verificar regularmente a pressão dos seus pneus.

HUTCHINSON KRAKEN
Determinar a pressão dos meus pneus na montagem tubeless

O TUBELESS é uma boa forma de aproveitar totalmente o trabalho do pneu. A pressão é mais reduzida (em meio-bar) do que num pneu Tubetype. Dado que está menos cheio, a "carcaça" do pneu vai poder entrar em contacto com o chão. Tudo isto sem ser parado pela câmara de ar.

Numa montagem Tubeless, pode descer para o nível de pressão inferior à pressão mínima recomendada do pneu. O objetivo é baixar a pressão para aproveitar todo o trabalho do pneu sem que a jante toque no chão durante uma passagem de obstáculos.

Cuidado para não exceder os 3 bar de pressão numa montagem TUBELESS, as suas jantes em alumínio podem deformar-se.

Exemplo de profissional: Joseph DE POORTERE, com peso (todo equipado) de 73 kg, enche os pneus para 1,5 bar na frente e 1,8 bar atrás em condições secas sobre pisos mais acidentados e para 1,3 bar na frente e 1,6 bar atrás em condições húmidas.

Um pneu bem cheio é um elemento crucial para a prática do seu desporto. Lembre-se então de verificar regularmente a pressão dos seus pneus.

HUTCHINSON KRAKEN
Passar para rodas tubeless

Para limitar os riscos de furo ou trilhamento da câmara de ar, melhorar a aderência e o conforto, é possível passar as rodas da sua BTT para TUBELESS. As suas rodas são Tubeless Ready, o que significa que o fundo de jante estanque já está colocado e o pneu é compatível com Tubeless. Já só precisa de um par de válvulas Tubeless PRESTA e de líquido preventivo (antifuros). Lembre-se de usar luvas e óculos para se proteger no caso de um eventual rebentamento.

Para passar as suas rodas para Tubeless, siga estes passos:

1. Desmonte a roda
2. Retire o pneu e a câmara de ar de origem da jante
3. Verifique que o fundo de jante está bem colado e que não apresenta bolhas nem cortes
4. Insira uma válvula TUBELESS PRESTA pelo interior, no orifício da jante
5. Adicione 90 ml de líquido preventivo (antifuros)
6. Monte o seu pneu de origem específico TUBELESS
7. Encha bem a roda para que o pneu fique bem encaixado na jante. Cuidado para não ultrapassar os 3 bar de pressão porque isso pode danificar as jantes em alumínio.

Se a operação lhe parecer demasiado delicada, dirija-se à oficina DECATHLON mais próxima para efetuá-la.

Determinar a regulação da suspensão

A regulação da sua suspensão ROCKSHOX REBA RL precisa de ser personalizada em função do seu estilo de condução, do terreno e do seu gosto pessoal, mas também, e sobretudo, em função do seu peso.

Para saber a pressão e a descompressão recomendadas para a sua suspensão, clique na hiperligação seguinte. Ser-lhe-á pedido que indique o seu peso totalmente equipado (capacete, calçado e mochila de hidratação) e o modelo da sua bicicleta: uma MTB.

Desta forma, a aplicação calculará a pressão recomendada (em psi) e a descompressão em número de cliques, partindo da posição totalmente apertada no sentido dos ponteiros do relógio (posição lenta).

A pressão permite definir aquilo a que chamamos o SAG, ou seja, a percentagem de afundamento quando o ciclista monta nela. Para uma prática mais suave ou para maior conforto, preferimos um SAG elevado (entre 20% e 25%). Para uma prática mais competitiva, com maior desempenho, preferimos mais firmeza (entre 15% e 20%).

A descompressão (ou o ressalto) determina a velocidade à qual a suspensão regressa à posição inicial depois de amortecer um choque. Recomendamos que ajuste o ressalto em função da sua condição física e do seu nível de condução. O botão de regulação encontra-se sob o forro direito da sua suspensão.

Agora que já determinou as regulações recomendadas da sua suspensão, pode consultar a rubrica "REGULAR O SAG DA SUSPENSÃO".

AFINAR A SUSPENSÃO
Regular o sag da suspensão

Depois de determinar as regulações da sua suspensão, terá de se fazer acompanhar de uma pessoa e de se equipar com uma bomba de alta pressão para suspensão.

Assista ao vídeo para aprender a regular o SAG da sua suspensão.

NB : A tampa da válvula serve para protegê-la de poeiras e não retém, em caso algum, a pressão da suspensão. Portanto, de nada serve apertá-la com força!

Cuido da minha btt

A manutenção da sua bicicleta é crucial para prolongar a vida útil dos seus componentes, aumentando assim o prazer na prática do seu desporto. Para além do aspeto estético de ter uma bicicleta limpa, uma manutenção descuidada pode provocar alguns problemas que podem causar acidentes: cabos gripados, ferrugem, fuga, desgaste prematuro…

Uma boa manutenção é benéfica para a sua prática desportiva, os seus componentes duram mais tempo e o impacto ecológico da bicicleta é menor.

Com as primeiras pedaladas, alguns componentes podem dar ligeiramente de si.
Por isso é que oferecemos uma revisão gratuita da sua BTT nos 6 meses a seguir à compra da bicicleta.

Como limpar a minha btt?

Para limpar bem a sua BTT, precisa de um detergente para bicicleta, de uma esponja e de uma escova.

Passe a bicicleta por água antes de aplicar os detergentes. Depois, utilize a esponja e a escova para aplicar os produtos de forma eficiente. É importante deixar atuar o produto antes de enxaguar a bicicleta.
O enxaguamento deve ser feito a uma distância razoável para não danificar os elementos mecânicos.
Finalmente, seque a sua bicicleta com um pano seco, limpo e macio.

Evite igualmente os sistemas de limpeza de alta pressão, pois a água pode penetrar nos rolamentos de esferas e danificar permanentemente a sua BTT.

Substituir as pastilhas dos travões

Para efetuar esta substituição, precisa de: pastilhas de travão, chave de fendas plana e uma chave Allen de 3 mm (travões SRAM).

Em primeiro lugar, retire a roda. Utilize depois uma chave de fendas grande de modo a afastar as pastilhas e voltar a colocar os pistões na sua posição inicial.

Retire então a cavilha e desenrosque o parafuso que mantém as pastilhas, e remova as pastilhas do seu compartimento. Prepare as novas colocando a mola de retorno entre elas.

Insira as novas pastilhas no estribo de travão e conclua a operação, instalando o parafuso e a cavilha. 

Pode voltar a montar a roda, e bombear os seus travões uma dezena de vezes para aproximar as pastilhas. Por fim, faça uma inspeção visual para verificar se as pastilhas estão bem colocadas e não encostam no disco. Lembre-se de fazer a rodagem das suas pastilhas novas.

Ajustar o estribo do travão de disco hidráulico

Para isso, vai precisar de uma chave Allen de 5 mm.

Desenrosque o estribo de travão e acione a manete do travão. É importante manter a manete do travão acionada antes de voltar a enroscar o estribo com 9,5 Nm.

Em seguida, realize uma inspeção visual para verificar se o disco e as pastilhas ainda estão em contacto.

AJUSTAR O TRAVÃO DE DISCO HIDRÁULICO

Purgar o meu sistema de travagem

Se a sua manete de travão perder rigidez e/ou vier tocar no guiador antes de travar, é necessário purgar o seu sistema de travagem. Para manter uma travagem ideal, recomendamos a purga dos seus travões uma vez por ano. 

Dirija-se a uma das oficinas DECATHLON para que isso seja feito por um dos nossos técnicos.

Fazer a manutenção da minha suspensão

A suspensão é um dos componentes mais solicitados numa BTT e deve ser sujeita a uma manutenção rigorosa para garantir um certo conforto e uma segurança total em terrenos técnicos. Recomendamos assim que cuide regularmente da sua suspensão.

São necessárias várias manutenções para prolongar, ao máximo, a vida útil da sua suspensão:

Após cada saída, lembre-se de limpar bem a sujidade nas pernas da suspensão e nos retentores de poeiras. Isto permite minimizar o risco de a sujidade entrar na bainha. Pode também adicionar lubrificante teflon para evitar que os retentores sequem. No entanto, limpe o excesso de lubrificante para evitar a acumulação de poeiras.

As duas manutenções seguintes são mais complexas porque exigem que se desmonte a suspensão. Se não estiver confiante ou não tiver as ferramentas adequadas, pode deixar a sua BTT numa das nossas oficinas DECATHLON para mandar realizar a manutenção junto dos nossos técnicos. Se pretender realizar esta manutenção autonomamente, pode consultar o manual da sua suspensão, existente na parte de baixo da página, na secção MANUAIS.

Depois de 50 h de prática, pode realizar a manutenção básica, ou seja, a mudança de óleo de lubrificação, das espumas e dos retentores da suspensão. É uma manutenção que requer a desmontagem da suspensão. Se não estiver confiante ou não tiver as ferramentas adequadas, pode deixar a sua BTT numa das nossas oficinas DECATHLON. Caso contrário, pode ver este vídeo e consultar o manual de manutenção da sua suspensão, existente na parte de baixo da página, na secção MANUAIS.

Depois de 200 h de prática, pode realizar a manutenção completa da sua suspensão, com mudança de todos os retentores, do óleo de lubrificação e do óleo contido no cartucho de amortecimento.

Verificar o desgaste da corrente

Uma corrente desgastada provoca uma má engrenagem das mudanças e um desgaste prematuro da cassete e do prato.

Pode verificar o desgaste da sua corrente graças ao verificador de desgaste. Basta colocar a ranhura do verificador entre duas malhas da corrente e deixar cair o outro lado em cima da corrente. Se ele afundar totalmente entre duas malhas, significa que a corrente está desgastada e que é importante mudá-la depressa para não estragar a cassete e o prato.

Para as cassetes de 11 ou 12 velocidades, recomendamos que mude a sua corrente a partir de um desgaste de 50%. Além dos 75%, deverá mudar a corrente, a cassete E o prato. Por isso, é preferível mudar regularmente a corrente para evitar desgastar prematuramente toda a transmissão.

VERIFICADOR DE DESGASTE DA CORRENTE DE BICICLETA

Reparo a minha btt

A BTT é uma prática desportiva exigente em que o ambiente por vezes hostil pode provocar estragos.
Mesmo com uma manutenção irrepreensível, é comum que alguns componentes possam deteriorar-se.

A maioria das reparações de bicicletas é relativamente fácil. Vamos ajudar a executá-las.
No entanto, se não se sentir à vontade ou se não tiver as ferramentas certas, dirija-se a uma oficina DECATHLON onde os nossos técnicos terão todo o gosto em reparar a sua bicicleta.

Para reparar a sua BTT, resolver um furo, uma quebra de corrente ou qualquer outro problema grave, não hesite em equipar-se adequadamente.
Algumas ferramentas são específicas para componentes de bicicleta (chicote de corrente, extrator de cassetes…)  e outras são mais comuns (chaves Allen, ganchos…)
Eis uma seleção de produtos que poderão vir em seu auxílio durante a manutenção e a reparação da sua BTT.

Reparar um furo tubetype

Para reparar um furo, precisa de: uma bomba, uma bacia de água, um pano e um conjunto de câmara de ar.

Coloque um pouco de pressão na câmara de ar. Para identificar o furo, pode passar a câmara de ar na água ou colocá-la à frente dos seus lábios para sentir o ar escapar-se e localizar o furo.

Após ter localizado o furo, seque a câmara de ar com um pano e passe para a fase de raspagem com um papel de vidro fornecido no conjunto. Este último permite preparar a câmara de ar para a parte de colagem e assim garantir uma aderência máxima da cola.

Coloque a cola generosamente à volta do furo e espere 3 a 5 min.

Por fim, coloque o remendo no furo e pressione-o alguns minutos.

Já pode recolocar a câmara de ar no pneu!

BTT ROCKRIDER XC 500 29" EAGLE LIGHT BLUE

Reparar um furo tubeless

Para reparar um pneu TUBELESS, siga estes passos: 

1/ Retire o corpo estranho do pneu.
2/ Limpe o furo com a lima revestida com cola.
3/ Insira o taco no aplicador. Não hesite em fazer força porque isso garante a estanqueidade!
4/ Cubra o taco e o aplicador com cola.
5/ Insira metade do taco no buraco do pneu.
6/ Retire ligeiramente o taco da agulha.
7/ Corte o taco a 3 mm da carcaça do pneu.

Esta reparação é possível para os pequenos danos até 6 mm; se o furo for maior, é conveniente mudar o pneu. 

ACESSÓRIOS DE REPARAÇÃO TUBELESS
Desempenar a minha roda

À medida que anda e passa obstáculos, a tensão dos seus raios pode mudar e empenar a sua roda.

Durante as primeiras utilizações de uma bicicleta nova, muitos componentes irão naturalmente ceder e acamar. É o caso dos raios que poderá ouvir "ranger". Esse "ranger" resulta da torção residual decorrente da montagem. Isto não significa que a roda está empenada. Se, no entanto, estiver empenada, aproveite a revisão gratuita oferecida nos primeiros 12 meses e dirija-se à oficina de uma das nossas lojas DECATHLON para reajustar esse ligeiro empeno.

Para desempenar a sua roda autonomamente, terá de se equipar, pelo menos, com uma chave para raios e, opcionalmente, com um suporte de pé para centragem e um comparador de alinhamento.

Posicione a sua bicicleta em cima de um suporte de pé para oficina ou pouse-a sobre o selim. Desmonte a sua roda e retire o pneu e a câmara de ar. Volte a montar a roda sem pneu na bicicleta (ou no suporte de pé para centragem) e coloque-se diante da roda. Faça-a girar e verifique se ela gira corretamente em relação ao quadro da bicicleta. Se parecer que a roda sobe ou desce em relação ao eixo vertical, dizemos que há um "salto"; se parecer que a roda oscila no eixo horizontal, há um "empeno".

Para corrigir isto, basta apertar ou desapertar a tensão dos raios ao nível do empeno ou do salto. Pode dirigir-se a uma das nossas oficinas DECATHLON para desempenar as suas rodas.

Mudar os cabos e as bainhas da minha transmissão

Se as suas mudanças engrenarem mal atrás e o seu manípulo das velocidades não responder corretamente, é possível que o seu cabo e as suas bainhas estejam gripados.

Tem então de os mudar para voltar a engrenar adequadamente as mudanças. Pode dirigir-se a uma das nossas oficinas DECATHLON ou realizar autonomamente a mudança assistindo a este vídeo.

NOTA: Se utiliza regularmente a sua BTT em condições húmidas ou com lama, ou se lava regularmente a sua bicicleta com água abundante, deverá substituir as bichas e cabos mais frequentemente. Desaconselha-se vivamente a lavagem da bicicleta a alta pressão, pois empurra a sujidade para o interior das bichas.

MUDAR CABO DE TRANSMISSÃO

Substituir o dropout

Uma ponteira empenada provoca o desalinhamento do desviador, que passa a não desempenhar corretamente a sua função.

Coloque-se atrás da bicicleta e observe o alinhamento do desviador.
Se o dropout estiver empenado ou quebrado, dirija-se a uma oficina DECATHLON para o substituir ou substitua-o autonomamente com a ajuda deste vídeo.

DROPOUT-DESVIADOR-BTT-ROCKRIDER

Reparar ou substituir a corrente

Partiu a corrente? Faça a reparação autonomamente com a ajuda deste vídeo ou dirija-se a uma das oficinas DECATHLON para que isso seja feito por um dos nossos técnicos.

Se pretender fazer a reparação autonomamente, equipe-se com : um descravador de corrente ou uma pinça de aperto rápido, uma corrente nova e um aperto rápido.

Posicione a corrente no último dos carretos. Retire o aperto rápido graças a uma pinça de aperto rápido ou um descravador de corrente, e retire a corrente velha da transmissão. Posicione a corrente nova no último carreto e no prato mais pequeno para definir o comprimento ideal mais facilmente. A corrente deverá ficar justa, passando perto do rolete superior do rolamento superior do desviador. Quando o comprimento estiver definido, corte a corrente no comprimento adequado com o descravador de corrente.

Por fim, instale o aperto rápido na corrente e dê uma volta ao pedaleiro, para posicionar o aperto rápido na parte superior da corrente. Assegure-se de que o posicionamento é adequado exercendo pressão com a mão.

Nesta BTT XC 120 , na montagem de origem com um prato de 32 dentes e uma cassete 11x50, a corrente tem 114 malhas (57 pares macho/fêmea)

Lembre-se de levar consigo um aperto rápido nas suas saídas de BTT. Se a corrente partir, poderá repará-la facilmente no local.

Substituir a minha cassete

Para verificar o desgaste da sua cassete, basta olhar para o estado dos seus carretos. Se os dentes estiverem pontiagudos e finos, a cassete deve ser mudada. Uma corrente desgastada vai favorecer o desgaste da cassete. Lembre-se, então, de verificar regularmente o estado da sua corrente..

Pode mandar substituir a sua cassete numa oficina DECATHLON ou realizar a operação autonomamente.

Para isso, precisa de se equipar com um extrator de cassetes compatível (neste caso, um extrator de cassetes SHIMANO) e de um chicote de corrente. Desmonte a sua roda traseira e coloque o seu chicote de corrente num carreto suficientemente grande para bloquear a rotação da cassete. Coloque então o extrator de cassetes no centro da cassete, e desenrosque-o com a ajuda de uma chave, bloqueando a rotação com o chicote. A sua cassete está agora separada da roda e pode retirá-la facilmente.

Antes de colocar a cassete nova, lembre-se de limpar bem o corpo de roda livre. Pode também lubrificar ligeiramente as ranhuras para facilitar uma futura desmontagem. Coloque a sua cassete nova no corpo de roda livre e aperte tudo. Não adianta apertar muito, se tiver uma chave dinamométrica, pode ajustá-la para 40 Nm para o aperto.

SRAM-CASSETE-10V

Peças de substituição

Precisa de mudar alguns componentes? Encontre aqui todas as peças para a BTT XC 120 SWITCH & RIDE.

BTT ROCKRIDER XC 500 29" EAGLE LIGHT BLUE

Precisa de assistência?

Manual de utilizador

BTT ROCKRIDER XC 500 29" EAGLE LIGHT BLUE
Manual de garantia

Precisa das instruções da sua BTT XC 120?

BTT ROCKRIDER XC 500 29" EAGLE LIGHT BLUE

Os nossos compromissos

A ROCKRIDER oferece uma garantia vitalícia à sua BTT para o quadro, o guiador e o avanço (em condições normais de utilização).

Para os outros componentes, a garantia é de 2 anos.

Com as primeiras pedaladas, alguns componentes podem dar ligeiramente de si. Por isso é que oferecemos uma revisão gratuita da sua BTT nos 12 meses a seguir à compra da bicicleta.

A sua opinião é importante!

Quer seja positiva ou negativa, a sua opinião interessa-nos muito. Eis o motivo pelo qual a sua opinião é tão importante:

  • Expressar-se

    Para se expressar a qualquer 
    momento

    As opiniões dos clientes permitem-lhe expressar-se sobre a qualidade do produto!

  • Ajudar

    Para ajudar os/as outros/as desportistas

    A sua opinião é útil para os/as outros/as desportistas nas suas escolhas de compras!

  • Melhorar

    Para contribuir para a melhoria dos nossos produtos

    Usamos o seu feedback para melhorar a conceção dos nossos novos produtos!