btt rockrider st520 V2 cinza amarelo

BTT ROCKRIDER ST 520 V2 - CINZA/AMARELO

Ref.ª 8583820

Esta bicicleta de 27,5" destina-se à pratica de BTT, em passeios de 2h a 3h durante todo o ano Vá mais longe sem se esquecer de controlar a sua trajetória. Com os travões de disco mecânicos da BTT ST 520 V2, lance-se com confiança pelas descidas e caminhos sinuosos e ultrapasse os obstáculos.

Apresentação da bicicleta ROCKRIDER ST 520 V2

Primeira utilização

PREPARAR A MINHA BTT
ENCHER OS PNEUS

A pressão média recomendada é de 1,8 bar.
Se procura mais conforto e tração E/OU se pesa menos de 70 Kg, pode reduzir a pressão em 10% sem descer abaixo de 1,6 bar (pressão mínima recomendada), mas isso aumentará o risco de furar nos pisos mais acidentados.

Verifique regularmente a pressão dos pneus.

AJUSTAR A ALTURA DO GUIADOR

Por predefinição, o guiador está ajustado o mais alto possível (posição que permite ter as costas mais direitas e, por isso, mais confortável).

Para maior aerodinamismo e eficiência da pedalada, pode baixar o guiador para ficar um pouco mais dobrado (posição com as costas mais inclinadas e mais desportiva).

Para tal, basta deslocar os espaçadores através da forca da bicicleta, realizando as etapas descritas neste vídeo.

ALINHAR A DIREÇÃO
AJUSTAR A ALTURA DO SELIM

O quadro da sua bicicleta está equipado com um aperto rápido.

Coloque-se em pé ao lado do selim. Solte o aperto rápido, abrindo a sua alavanca. Suba ou desça o selim para que fique ao nível da bacia.

Prenda o aperto rápido, fechando a sua alavanca.

Para uma maior precisão, consulte o nosso vídeo tutorial.

AJUSTAR O RECUO DO SELIM
AJUSTAR A DUREZA DA SUSPENSÃO

a suspensão BTWIN U-Fit foi concebida para simplificar ao máximo os ajustes. É uma verdadeira inovação: gire o botão rotativo até aparecer o seu peso no topo da suspensão. Ao rodar o botão, irá comprimir a mola para a adaptar ao seu peso.

FAZER A RODAGEM AOS TRAVÕES

Quando a sua bicicleta sai da loja, as pastilhas e os discos estão novos e por estrear, não oferecendo ainda uma travagem totalmente eficaz nesta fase.

Uma intensa e contínua travagem a frio (por exemplo numa descida) pode levar ao sobreaquecimento e "vidragem" das pastilhas.

Para evitar esse fenómeno (que inutiliza completamente os travões), recomendamos que faça a rodagem aos seus travões.
A rodagem será alcançada depois de 10 travagens por cada travão. Em cada uma dessas travagens, deverá passar de 25 para 5 km/h, mas sem bloquear a roda e utilizando um travão de cada vez.

ORIENTAR OS MANÍPULOS DOS TRAVÕES
SUBSTITUIR OS PEDAIS
equipamento-btt-st520-rockrider
EQUIPAMENTO NECESSÁRIO PARA RESOLVER CONTRATEMPOS

Para reparar um furo, uma quebra de corrente ou qualquer outro problema grave, não hesite em equipar-se antes de uma saída em BTT. Eis uma seleção de produtos que poderão ajudá-lo numa série de contratempos técnicos. 

ESTOU COM UM PROBLEMA

A MINHA RODA EMPENOU
cavalinho e empeno das rodas BTT ROCKRIDER ST 100

Durante as primeiras utilizações de uma bicicleta nova, muitos componentes irão naturalmente ceder e acamar.

É o caso dos raios que ouvirá certamente ranger, sendo esse "ranger" resultante da torção residual decorrente da montagem.

A bicicleta está equipada com jantes de parede dupla (no interior das rodas) muito robustas. Assim, as rodas não deverão ficar empenadas.
Se contudo isso acontecer, dirija-se a qualquer oficina das nossas lojas DECATHLON para reajustar gratuitamente esse ligeiro empeno:
1- No âmbito da revisão gratuita oferecida nos primeiros 6 meses após a data de compra da bicicleta 2- Se o tiver subscrito, no âmbito de um seguro contra danos, de 1 € (válido por 2 anos)

Mensagem para os pais:
Alguns movimentos técnicos apreciados pelos mais novos (cavalinho com a roda traseira, derrapagens, saltos de bordas,…), se forem repetidos com muita frequência, podem provocar uma folga no cubo da roda traseira e o empeno das jantes. Se observar uma prática frequente desses movimentos, é importante sensibilizar a criança para esse problema.

TENHO UM FURO
Furo BTT ROCKRIDER ST 100

Infelizmente, qualquer pessoa pode ter um furo. - O terreno (espinhos, silvas, vidro, pregos, ...)
- Ou a utilização da bicicleta (obstáculos salientes: pedras, degraus, bordas, buracos...)
estão na maioria das vezes na origem de pequenos furos ou trilhamentos (pequenas fissuras juntas).

Em contrapartida, se os furos forem frequentes, o motivo poderá dever-se a:
- Uma má montagem da roda nas nossas oficinas, que poderá ter um raio a perfurar a câmara de ar
- Um pneu ou câmara de ar não conforme (poroso)
- Um primeiro furo mal reparado, que deixou um corpo estranho (espinho, vidro, apara metálica) na jante ou no pneu.

É portanto importante diagnosticar a origem do furo e retirar qualquer corpo estranho antes de efetuar a reparação.

Não sabe como desmontar/voltar a montar um pneu, como reparar ou mudar uma câmara de ar?
1- O mais fácil é não tocar na roda e encher novamente a mesma com uma bomba de reparação antifuro: Enrosque a ponta do tubo na válvula do pneu furado (válvula direcionada para baixo) e pressione sem soltar para injetar a espuma. O pneu recupera a forma e a dureza, para que possa continuar a andar, sem qualquer problema 2- Si tiver subscrito o seguro contra danos de 1 EUR, poderá mandar reparar a roda numa das oficinas DECATHLON 3- Para reparar ou substituir a câmara de ar com toda a autonomia, veja os vídeos explicativos mais abaixo.  

A SUSPENSÃO ESTÁ DEMASIADO DURA

Vários níveis de ação para «suavizar» a sua suspensão:

1- Verifique o ajuste da dureza: consulte o capítulo «AJUSTAR A DUREZA DA MINHA SUSPENSÃO»

2- Efetue uma operação de manutenção básica: a suspensão deve ser lubrificada regularmente com óleo. Para o efeito, aplique algumas gotas de óleo nas pernas da suspensão e pressione a mesma para que o óleo penetre nas bainhas.

3- Realize uma manutenção completa na oficina.

AS VELOCIDADES NÃO MUDAM CORRETAMENTE À FRENTE

A passagem incorreta das mudanças (pratos) pode dever-se a vários fatores.

1- Verifique o posicionamento dos terminais de bicha.
O mau posicionamento dos terminais de bicha pode interferir na tração do cabo do desviador e impedir a correta passagem das mudanças (pratos) à frente. Se algum dos terminais de bicha estiver mal posicionado, reposicione-o corretamente à mão.

2- O cabo e as bichas poderão estar gripados
Se a corrente tiver dificuldade em passar para os pratos mais pequenos ou se o desviador não se mover ao manusear o manípulo das mudanças, tal significa que o cabo e as bichas estarão provavelmente gripados. As bichas e o cabo devem, neste caso, ser substituídos. Poderá dirigir-se à oficina de qualquer loja Decathlon ou substituir pessoalmente essas peças com a ajuda deste vídeo.

ATENÇÃO: Se utiliza regularmente a sua bicicleta em condições húmidas ou com lama, ou se lava regularmente a sua bicicleta com água abundante, deverá substituir as bichas e cabos mais regularmente. Desaconselha-se vivamente a lavagem da bicicleta a alta pressão, pois empurra a sujidade para o interior das bichas.

AS VELOCIDADES NÃO MUDAM CORRETAMENTE ATRÁS

A passagem incorreta das mudanças (pinhões) pode dever-se a vários fatores.

1- Verifique o posicionamento dos terminais de bicha.
O mau posicionamento dos terminais de bicha pode interferir na tração do cabo do desviador e impedir a correta passagem das mudanças (pinhões) na traseira. Se algum dos terminais de bicha estiver mal posicionado, reposicione-o corretamente à mão.

2- O cabo e as bichas poderão estar gripados
Se a corrente tiver dificuldade em passar para os pinhões mais pequenos ou se o desviador não se mover ao manusear o manípulo das mudanças, tal significa que o cabo e as bichas estarão provavelmente gripados. As bichas e o cabo devem, neste caso, ser substituídos. Poderá dirigir-se à oficina de qualquer loja Decathlon ou substituir pessoalmente essas peças com a ajuda deste vídeo.

3- Leve a sua BTT a uma oficina DECATHLON para voltar a ajustar o desviador 4- Verifique igualmente se a ponteira do desviador não está torta. Se for esse o caso, consulte a secção «PARTI A PONTEIRA DO DESVIADOR»   NB: Se utiliza regularmente a sua bicicleta em condições húmidas ou com lama, ou se lava regularmente a sua bicicleta com água abundante, deverá substituir as bichas e cabos mais regularmente. Desaconselha-se vivamente a lavagem da bicicleta a alta pressão, pois empurra a sujidade para o interior das bichas.
 

A MANETE DE TRAVÃO ENCOSTA DEMASIADO AO GUIADOR ANTES DE TRAVAR

A manete está solta e/ou toca no guiador antes de travar:
Ajustar a tensão do cabo de travão rodando a porca situada na própria manete 

Desaperte a porca e a contra-porca até que o cabo fique devidamente esticado para que a manete fique firme sem estar demasiado rígida.
Uma vez obtida a tensão desejada, apertar ao máximo a contra-porca na manete para imobilizar esta afinação. 

PARTI A PONTEIRA DO DESVIADOR

Uma ponteira empenada provoca o desalinhamento do desviador, que passa a não desempenhar corretamente a sua função. Coloque-se atrás da bicicleta e observe o alinhamento do desviador.

Se a ponteira estiver empenada ou quebrada, dirija-se a uma oficina DECATHLON para substituí-la ou substitua-a autonomamente com a ajuda deste vídeo.

PARTI A CORRENTE

Partiu a corrente? Tem duas opções disponíveis: 1- Efetue a reparação com a ajuda deste vídeo. Para tal, use um descravador de corrente e um elo rápido.  2- Dirija-se a uma oficina DECATHLON para que a reparação seja realizada por um dos nossos técnicos.

Vídeos explicativos

Encontre nestes vídeos as explicações necessárias à realização das suas reparações e substituições de peças.

- Montar/Desmontar uma roda traseira                                            - Reparar um furo

- Mudar uma câmara de ar                                                       - Ajustar a altura do guiador

- Reparar uma corrente                                                                   - Substituir a ponteira do desviador

Não hesite em visitar o nosso canal Youtube, onde encontrará muitos conteúdos de vídeo.

MONTAR/DESMONTAR UMA RODA TRASEIRA
  • MONTAR/DESMONTAR UMA RODA TRASEIRA
    MONTAR/DESMONTAR UMA RODA TRASEIRA
  • REPARAR UM FURO
    REPARAR UM FURO
  • SUBSTITUIR UMA CÂMARA-DE-AR
    SUBSTITUIR UMA CÂMARA-DE-AR
  • AJUSTAR A ALTURA DO GUIADOR
    AJUSTAR A ALTURA DO GUIADOR
  • REPARAR UMA CORRENTE
    REPARAR UMA CORRENTE
  • SUBSTITUIR A PONTEIRA DO DESVIADOR
    SUBSTITUIR A PONTEIRA DO DESVIADOR

EU CUIDO DA MINHA BTT

LIMPAR A BTT

Para uma boa limpeza da sua bicicleta, use um produto de limpeza de bicicletas, uma esponja e uma escova. Molhe a bicicleta com um jato de água antes de usar os produtos de limpeza. Em seguida, utilize uma esponja e a escova para aplicar os produtos com eficácia. Deixe o produto agir antes de enxaguar a bicicleta. Cuidado para não danificar os elementos mecânicos. Por fim, seque a sua bicicleta com um pano seco, limpo e macio.

LIMPAR E LUBRIFICAR A TRANSMISSÃO

Para limpar e lubrificar a sua transmissão, use uma bomba de desengorduramento, uma escova adaptada e um lubrificante. A primeira fase consiste em proteger o disco com um pano limpo, para evitar projeções de gordura para o disco. Em seguida, aplique desengordurante em toda a transmissão e esfregue a cassete, a corrente e os roletes do desviador com a escova. Deixe atuar durante alguns minutos antes de enxaguar a uma distância moderada. Em seguida, espere que a transmissão seque antes de iniciar a lubrificação. Agite o lubrificante e aplique-o na face interna da corrente para maior eficácia. 

SUBSTITUIR O CABO DA TRANSMISSÃO

O seu cabo de transmissão está sujo, enferrujado ou danificado ou as mudanças de velocidade são difíceis, duras ou aleatórias?  Neste caso, substitua o cabo da transmissão! Para tal, utilize um alicate, uma chave de fendas, um alicate corta-cabos, uma chave Allen e um novo kit de cabos e bichas de desviador. Em primeiro lugar, retire o cabo da bicha. Comece por tirar a tampa do manípulo e coloque o cursor na primeira velocidade, em seguida corte o cabo de forma a retirar todo o cabo da bicha. Em seguida, defina o comprimento da bicha em relação à BTT, corte-a e coloque as ponteiras nas extremidades. Agora pode instalar a bicha. Instale o cabo no manípulo e faça-o deslizar para o interior da bicha. Concluída a operação, volte a colocar a tampa do manípulo e fixe o cabo no desviador. Para ajustar a transmissão, estique o cabo se sentir dificuldades em aumentar as velocidades e afrouxe-o se sentir dificuldades em reduzi-las. Em seguida, corte o cabo e fixe a ponteira na sua extremidade com a ajuda de uma pinça.

DESMONTAR A RODA TRASEIRA
REPARAR UM FURO

Para reparar um furo, utilize: uma bomba de ar, uma bacia com água, um pano e um kit de câmaras de ar. Coloque um pouco de pressão na câmara de ar. Para detetar o furo, passe a câmara de ar pela bacia com água. Detetado o furo, seque a câmara de ar com um pano e passe à fase de raspagem com a lixa fornecida no kit. A lixa permite preparar a câmara de ar para a colagem e assim garantir uma boa aderência da cola. Aplique uma camada generosa de cola à volta do furo e aguarde 3 a 5 minutos. Finalmente, coloque o remendo sobre o furo e pressione durante alguns minutos. Em seguida, pode voltar a montar a câmara de ar no pneu! 

SUBSTITUIR AS PASTILHAS DOS TRAVÕES DE DISCO MECÂNICOS
AJUSTAR O TRAVÃO DE DISCO HIDRÁULICO
SUBSTITUIR A PONTEIRA DO DESVIADOR

Para realizar esta operação, utilize uma nova ponteira de desviador adequada à sua bicicleta (consulte a secção "PEÇAS SOBRESSELENTES") e uma chave Allen de 5 mm. Com as ferramentas próprias, desmonte a roda da bicicleta e a ponteira do desviador danificada. Posicione a nova ponteira no quadro.  Retire a parte da antiga ponteira do desviador antes de montar a nova com a chave Allen de 5 mm. Falta apenas voltar a montar o desviador na nova ponteira e proceder à verificação das velocidades.

SUBSTITUIR A CORRENTE

Para realizar esta operação, utilize: um descravador de corrente, uma nova corrente e um elo rápido. Posicione a corrente no último pinhão e no prato mais pequeno.  Em primeiro lugar, retire o elo rápido com um alicate de elos rápidos e depois retire a corrente antiga da transmissão. Posicione a nova corrente no último pinhão e no prato mais pequeno de modo a definir o seu comprimento ideal com mais facilidade. A corrente deverá ficar a rasar, passar junto ao espigão superior do rolete superior do desviador. Definido o comprimento, corte a corrente com o descravador de corrente. Por fim, instale o elo rápido na corrente e faça uma rotação da pedaleira para posicionar o elo rápido na parte superior da corrente. Pressionando com a mão, certifique-se de que o posicionamento está correto.

ACESSÓRIOS COMPATÍVEIS

Acessórios compatíveis
KIT GUARDA-LAMAS BTT
KIT GUARDA-LAMAS BTT

Instale o KIT GUARDA-LAMAS DE BTT na sua ROCKRIDER ST 540

DESCANSO 500 BASE
DESCANSO 500 BASE

Instale o DESCANSO 500 BASE na sua ROCKRIDER ST 540

PORTA-CANTIL BICICLETA 500 PRETO
PORTA-CANTIL BICICLETA 500 PRETO

Instale o PORTA-CANTIL BICICLETA 500 PRETO na sua ROCKRIDER ST 540

PEÇAS

Seleção de peças
BTT ROCKRIDER ST 520 HOTSPOT
1- PAR DE MANETES DE TRAVÃO DE TIPO V-BRAKE
PAR DE MANETES DE TRAVÃO DE TIPO V-BRAKE

Descubra o PAR DE MANETES DE TRAVÃO DE TIPO V-BRAKE para a sua ROCKRIDER ST 520

2- PONTEIRA DE DESVIADOR ROCKRIDER 
ponteira desviador ROCKRIDER ST520

Descubra a PONTEIRA DE DESVIADOR ROCKRIDER para a sua ROCKRIDER ST520

3- ESPIGÃO DE SELIM COM CARRINHO 27,2 MM 400 MM
ESPIGÃO DE SELIM COM CARRINHO 27,2 MM 400 MM

Descubra o ESPIGÃO DE SELIM COM CARRINHO 27,2 MM 400 MM para a sua ROCKRIDER ST520

4- CORRENTE DE 5 A 8 VELOCIDADES KMC Z8.3
CORRENTE DE 5 A 8 VELOCIDADES KMC Z8.3

Descubra a CORRENTE DE 5 A 8 VELOCIDADES KMC Z8.3 para a sua ROCKRIDER ST 520

5- PNEU BTT DRY 5 27,5X2,0 TALÕES RÍGIDOS
PNEU BTT DRY 5 27,5X2,2

Descubra o PNEU BTT DRY 5 27,5X2,0 TALÕES RÍGIDOS para a sua ROCKRIDER ST 520

SRAM-CASSETE-10V
Para ir mais longe

Precisa de mudar alguns componentes? Encontre aqui todas as peças para a BTT ST 520 V2.

PRECISA DE ASSISTÊNCIA?

Não consegue resolver o problema nem encontrar a resposta? Convidamo-lo a entrar em contacto com os nossos técnicos.

INSTRUÇÕES

TRANSMISSÃO

Instruções relativas à transmissão 

OS NOSSOS COMPROMISSOS

A ROCKRIDER oferece uma garantia vitalícia à sua BTT para o quadro, o guiador e o avanço (em condições normais de utilização).

Para os outros componentes, a garantia é de 2 anos.

Com as primeiras pedaladas, alguns componentes podem dar ligeiramente de si. Por isso é que oferecemos uma revisão gratuita da sua BTT nos 6 meses a seguir à compra da bicicleta. 

VOLTAR PARA O TOPO